Subscribe:

11 de junho de 2017

Homem transgênero mostra evolução de sua gravidez nas redes e declara: “Profundamente abençoado” Trystan Reese, de Portland, nos EUA, está no oitavo mês de gravidez e quer inspirar jovens da comunidade LGBT


Trystan Reese, durante a gestação, ao lado do marido Biff Chaplow (Foto: Reprodução Instagram)
Como um homem transgênero, o norte-americano Trystan Reese se sente “profundamente abençoado” de poder gerar seu filho biológico, fruto do relacionamento com o marido Biff Chaplow. Em sua 35ª semana de gestação, ele tem descrito a experiência como verdadeiramente bonita. E por isso tem usado seu Instagram, onde é seguido por mais de 3 mil pessoas, para compartilhar a evolução de seu bebê.

“A ideia real de gerar e criar um bebê tem sido muito excitante e divertido. E dividir isso com as crianças e com Biff tem sido uma experiência maravilhosa para toda a família”, disse Trystan, de 34 anos, à People.

O casal, que vive em Portland, nos EUA, já tem dois filhos, que eram sobrinha e sobrinho de Biff. Ambos foram adotados em 2011, depois que sua irmã não teve condições de cuidar dos dois. Depois de enfrentarem duras e decisivas batalhas nos tribunais para conseguir a guarda de Riley, 9, e Hailey, 7, o casal decidiu considerar uma gravidez biológica quando chegasse a hora de expandir a família.
Riley, 9, e Hailey, 7, os filhos adotivos do casal (Foto: Reprodução Instagram)


“Embora eu tivesse coragem de fazer isso tudo de novo quantas vezes fosse preciso, acho que nós gostaríamos de tentar aumentar nossa família de um jeito menos estressante”, disse Biff, 31. “Decidimos checar se conseguiríamos então ter um filho biológico, já que Trystan é transgênero, nasceu com um corpo feminino.”

Há alguns anos, desde que decidiu fazer sua transição, Trystan vinha se submetendo à terapia de reposição hormonal. Mas eles descobriram que se esse processo fosse interrompido, seu ciclo recomeçaria e, assim, ele poderia engravidar com segurança. “Nós gostaríamos de fazer isso junto e não cercado de tanta dor – bom, dor emocional. Apesar de que tenho certeza que em breve vou sentir uma breve e forte dor física.”

Trystan engravidou em 2016, porém, perdeu o bebê após seis semanas de gestação. A perda o fez apreciar ainda mais a segunda gravidez. “Sem ansiedade”, garantiu. "Tem sido fascinante. É realmente incrível o que nossos corpos são capazes de fazer. Acho realmente fenomenal fazer parte desse processo de gerar um filho e de ser um homem ao mesmo tempo.”
Trystan Reese em um momento íntimo de sua gravidez (Foto: Reprodução Instagram)


A expectativa do casal é poder ainda mostrar a outros jovens da comunidade LGBT que eles pode, sim, construir sua própria família. Por isso, não hesitam em compartilhar sua história nas redes. “Quando eu me revelei transgênero aos meus pais, realmente achei que estava escolhendo entre viver minha vida de maneira autêntica como um homem trans ou encontrar alguém que me amasse e com quem eu pudesse construir uma família”, conta Trystan. “Escolhi viver autenticamente e pensei que estava desistindo de todo o resto. Por isso, a minha esperança é que a gente consiga mostrar às pessoas que existem um milhão de formas de ser uma família, há um milhão de maneiras de viver uma vida autêntica. Tudo é possível.”

Revista Marie Claire
http://revistamarieclaire.globo.com/Noticias/noticia/2017/06/homem-transgenero-mostra-evolucao-de-sua-gravidez-nas-redes-e-declara-profundamente-abencoado.html?utm_source=facebook&utm_medium=social&utm_campaign=compartilharDesktop

1 comentários:

Carla Patrícia Monteiro Valente Martins disse...

Homem não. Uma mulher num corpo de homem...somente uma mulher gera filhos e isso é fato...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...